DIVERTÍCULOS DO INTESTINO GROSSO (CÓLON)

 

Divertículo é uma saliência (bolsa) que pode ocorrer em todo o trato digestivo, sendo mais comum no intestino grosso. Os divertículos do cólon são formados a partir do enfraquecimento da parede do intestino que ocorre pelo envelhecimento e predisposição genética, associado ao aumento da pressão dentro da luz do mesmo. Isso se deve principalmente em decorrência de maus hábitos como uma dieta pobre em fibras e a demora para evacuar. Por estes motivos os divertículos colônicos são mais comuns em pessoas com mais de 50 anos, sedentárias, obesas e que tem prisão de ventre.

A maior parte dos pacientes que tem divertículos no cólon são assintomáticos, e estes são descobertos ocasionalmente por exames como a colonoscopia ou tomografia do abdome. Quando esses divertículos causam desconforto ou distensão abdominal, sangramento nas fezes ou alteração do hábito intestinal chamamos de diverticulose colônica e não diverticulite como habitualmente ouvimos as pessoas se referirem.

A diverticulite é uma inflamação dos divertículos que acontece apenas em alguns pacientes, geralmente vem acompanhada com dor de forte intensidade localizada no lado inferior esquerdo do abdome e trata-se de uma urgência médica; em alguns casos com necessidade de internamento hospitalar, podendo necessitar até mesmo de cirurgia. Até pouco tempo atras achava-se que o consumo de sementes poderia predispor o desenvolvimento de diverticulite, porém em estudos recentes não foi confirmada esta hipótese.

Outra urgência médica é o sangramento diverticular. Este sangramento habitualmente ocorre em maior quantidade quando comparado as demais causas de sangramento digestivo baixo, como a doença hemorroidária. Normalmente o sangramento é autolimitado, isto é cessa espontaneamente; porém em alguns casos faz-se necessário terapias endoscópicas para conter o sangramento ou até mesmo uso de hemoderivados no caso das hemorragias mais volumosas. Por isto, é imprescindível  uma avaliação médica especializada em situações como essa a fim determinar a melhor forma de tratamento.

Não existe associação entre divertículos colônicos e câncer de intestino, porém as pessoas que tem maus hábitos alimentares estão mais predispostas a desenvolver as duas doenças, e ambas são mais frequentes após os 50 anos de idade.

 

 

A melhor forma de prevenir o aparecimento da doença é aumentar o consumo de fibras nas refeições, ingerir pelo menos 2 litros de água diariamente e habituar-se a evacuar sempre que sentir vontade.

Imagem da esquerda intestino normal e da direita com divertículos.

Divertículos - visão pela colonoscopia

Inflamação diverticular - Diverticulite

Sangramento Diverticular

Locais de Atendimento:
  • Hospital Santa Helena: (73) 3526 8300/ 3526 8334  
  • Policlínica de Jequié: (73) 3525 0365/0784
     (73) 98155 0188 ​
  • Instituto Médico de Jaguaquara - IMEJ: (73) 3534 1350
     (73) 98819 1283 

© 2015